6 jul - 3 nov 2019

Curadoria Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes
Lei de Incentivo à Cultura
Mantenedores do MAM Rio Ternium e Petrobras
Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Governo Federal

Sonia Andrade – … às contas

Durante as últimas cinco décadas, Sonia Andrade guardou todas as contas que recebeu, e pagou, de serviços considerados básicos – aqueles diretamente responsáveis pela manutenção da nossa sobrevivência física. Esse conjunto, formado inicialmente por contas de luz, água, gás e esgoto, com o passar dos anos, ganhou a companhia das contas de televisão a cabo, de internet, de telefone fixo e de celular. Depois de vinte anos de sua última exposição no l (onde também realizou sua primeira individual, em 1976, na Área Experimental), a artista carioca apresenta a instalação inédita … às contas.

Uma das pioneiras na utilização de vídeo no Brasil, Sonia apresenta aqui uma autobiografia possível que supõe a presença do corpo por meio de índices oblíquos, isto é, todos os custos que tornaram possível sua sobrevivência. Aqui, como em parte de sua produção nos últimos 50 anos, o corpo é colocado como centro da ação. Em seus primeiros vídeos, na década de 1970, o corpo era testado em seus limites e condicionamentos, seja deformado por um fio de náilon, tendo os cabelos tosados, a mão presa a uma tábua por pregos e fios ou ainda parcialmente aprisionado em gaiolas. Já em … às contas, o corpo não é mais tratado de maneira icônica, mas por meio dos índices que efetivamente permitiram a sobrevivência real da artista. É o corpo como termômetro, unidade de medida e arena.

Fernando Cocchiarale
Fernanda Lopes
curadoria

 

Lei de Incentivo à Cultura
Mantenedores do MAM Rio: Ternium e Petrobras
Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Governo Federal


  Av. Infante Dom Henrique, 85
Parque do Flamengo - Rio de Janeiro

  (21) 3883-5600

  atendimento@mamrio.org.br